quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Voltar à F-1, não tem preço

A edição dessa semana da revista Veja trás uma campanha publicitária da Tv Globo que exibe uma pequena, quase irrelevante novidade para as transmissões da F-1: a MasterCard voltará a patrocinar a cobertura da categoria na tv, depois de alguns anos de ausência.

A MasterCard ocupou o lugar deixado pela empresa de telefonia Tim. As outras empresas que já participavam da publicidade da F-1 na grade global, Nova Schin, Renault, Petrobras e Banco Real (que faz parte do mesmo grupo do banco espanhol Santander, que patrocina a McLaren), renovaram suas respectivas participações nas cotas publicitárias. A bagatela paga por cada uma: R$ 53 milhões.

Explicado o motivo de, no ano passado, a Record ter crescido o olho sobre a F-1. Os rumores, no entanto, dão conta de que Bernie Ecclestone preferiu continuar a parceria com a tradicional Globo.

O mais curioso da notícia toda é notar que, mesmo com a recente constatação de que a audiência da F-1 não anda muito pujante no Brasil (um dos treinos classificatórios desse ano ficou em 2º lugar na Grande São Paulo, sendo batido pelos desenhos da cuca-fresca e apresentadora-mirím Maísa, do SBT), a categoria continua sendo um ótimo negócio em termos comerciais. Mesmo que Felipe Massa não emplogue a torcida como Senna (os tempos, afinal, são outros), a F-1 é constituída por uma base fiel de telespectadores que acompanham as corridas domingo após domingo, sem titubear. O valor total do faturamento da Globo com o negócio aumentou sensivelmente: ano passado os ganhos da emissora carioca estiveram na casa dos R$ 243 milhões e esse ano subiram para R$ 265 milhões. A curva da audiência da F-1, entretanto, sequer ameaçou uma subida tão íngrime: continua no patamar dos 20 pontos de média.

4 comentários:

Net Esportes disse...

O mais triste de ver a F-1 na Globo e aguentar o Galvão, mas sinceramente se a categoria fosse para a Record sería o fim do mundo, não tem condição.... !!

Fábio Andrade disse...

Net: a Record ia interromper a corrida pra passar o culto...rs!

Obrigado pelo coment, Net!

Felipe Maciel disse...

Gostei do título heheh

Record? Nem fala.
A Globo faz entrevista com os pilotos antes da corrida. Se fosse a Record faria sessão de descarrego.

Putz, peguei pesado...

Fábio Andrade disse...

Pô, Maciel, garantiu boas risadas por aqui. Imagina o repórter fazendo uma entrevista com o Hamilton no grid domingo...