quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Olímpicas [1]

Nunca antes essa página havia tratado de um assunto que não fosse relacionado a Fórmula-1. Mas as férias da categoria e o desempenho assombroso de um certo atleta da delegação americana me motivam a fugir do assunto "F-1" pela primeira vez.

A Analogia Previsível

É a estrela da Olimpíada - 2008. É o grande nome, aquele que já entrou, inevitavelmente, para a história do esporte mundial. Reformulou os recordes, tornou-se o maior vencedor da história das olimpíadas e ainda não sabe o que é cair na água para perder em Pequim. Michael Phelps é um fenômeno, dono de uma superioridade indisputada. Soberano, faz com que os adversários só possam brigar pela prata, na melhor das hipóteses. É franco favorito a tudo o que disputar na natação.


A primeira reação de um fã de F-1 é comparar Phelps àquele que mais próximo esteve de conquistar tantos feitos. É um outro Michael, só que alemão, e de sobrenome Schumacher. Assim como Phelps, o alemão foi, por anos, favoritíssimo a tudo na Fórmula-1. Graças a superioridade do heptacampeão e de sua Ferrari, a F-1 tornou-se previsível, monótona, sem graça, dada a certeza de que, invariavelmente, a posição de número 1 terminaria nas mãos de Schumacher. E assim foram conquistados cinco dos sete títulos de Schumi: estraçalhando a concorrência.


Como Phelps, Schumacher foi o grande nome da F-1. Seus incríveis números não serão apagados tão cedo porque dificilmente surgirá alguém que consiga, por tanto tempo, se manter por cima dos adversários. Mas o que Phelps consegue na natação é ainda mais surpreendente que os feitos de Schumacher no automobilismo. Nem Schumi nem sua Ferrari, por mais superiores que fossem, jamais conseguiram ganhar todas as corridas em uma temporada. Phelps, ao contrário, tem a real chance de ganhar todas as provas que disputar nessa olimpíada. Com 5 ouros já conquistados, Phelps ainda cai na água três vezes em busca de três primeiros lugares. Se realmente vier a faturar tudo, Phelps sairá de Pequim com 14 (sim, você leu catorze) medalhas douradas na currículo (8 delas conquistadas nessa edição dos jogos e 6 em Atenas, quatro anos atrás), se credenciando como o maior vencedor da história das olimpíadas. O super-nadador terá conquistado, sozinho, mais medalhas de ouro do que muitas delegações inteiras (inclusive a brasileira).

Há, porém, algumas particularidades entre a hegemonia de Phelps na natação e a de Schumacher na F-1. Enquanto o americano é reconhecido como gênio do esporte no mundo inteiro, o xará alemão é, até hoje, espinafrado por aqueles que não se contentam com seus recordes. Culpam Schumacher de ser o "Dick Vigarista" (em boa parte por causa dos sapos que Schumi obrigava os companheiros de equipe a engolir, a exemplo de tantos outros multicampeões da F-1) e de se aproveitar de um carro excessivamente superior aos outros. Se essa última acusação realmente fizesse algum sentido, Phelps deveria sofrer com os mesmos comentários.


A "Ferrari" de Phelps mede 193 cm de altura para 204 cm de envergadura. Ou seja, a distância de uma mão a outra, com os braços estendidos, é maior do que a altura do fenômeno americano, proporcionando-lhe incrível mobilidade com os braços. Phelps têm ainda pés-de-pato naturais: o número de seus calçados é 48 e seus pés são 15 graus mais flexíveis que a média! Phelps foi produzido pela natureza para nadar. Os teóricos da conspiração que arranjem um jeito de desmerecer a genética, por fabricar um atleta tão superior aos outros.

2 comentários:

Maurício Ribeiro disse...

De fato, Phelps é como a dupla Schumacher/Ferrari. Imbatível, humilhando os concorrentes. As pessoas deveriam mesmo se lembrar disso: Phelps, assim como Schumacher, tem ótimos concorrentes. Mas, também como Schumacher, vence todos porque é superior. Pnto final!

Net Esportes disse...

Phelps foi excepcional e acabou levando as oito de ouros, como o maior atleta olímpico de todos os tempos aos 23 anos de idade ele já pensa até em mudar os estilo e buscar outros tipos de provas para Londres 2012, mais umas 4 ou 5 de ouros podem vir por lá............