segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

O Silêncio

Bruno vai, Bruno fica, Bruno assina contrato, Bruno desmente assinatura, a Honda vai estar presente na primeira corrida, a Honda talvez nem volte a correr tão cedo...

Bem, é grande e é irritante a quantidade de boatos levantados a respeito da novela Honda-Senna. O Grand Prix, a Folha de São Paulo e outros inúmeros veículos se esforçam para dar o furo primeiro. O problema é que, aparentemente, não há furo. Só há especulação.

Então o Olho-Chefe informa: em relação ao caso Honda-Senna esse blog só volta a se manifestar quando existir uma declaração oficial. Até lá, tudo o que estiver relacionado ao caso passará em branco por aqui.

Porque não faz sentido comentar sobre eternas especulações.

__


Ah, a notícia mais relevante do dia diz respeito à saída do banco holandês ING da F-1 a partir de 2010. A Renault perde seu maior patrocinador e 4 etapas do mundial também.

Previsível, previsível.

O próximo da fila é o RBS. Te cuida Frank Williams!

4 comentários:

Diego Maulana disse...

Essa história do Bruno Senna pra mim já deu. Vou a um site, confirmado. Vou a outro, assinado. Passam duas três horas, alguem desmente. Ta dificil assim.

Sobre a saída da ING, se a Renault não correr atrás de patrocinio logo para 2010, mais uma equipe vai embora.

http://nomundodavelocidade.blogspot.com/

Felipão disse...

Fez muito bem, Fabio...

Esse caso da Honda e Bruno Senna jpa era...

Quanto ao Ing, era prevísivel, e fatalmente o próximo é o RBS....

uma pena...

Marcos Antônio Filho disse...

Estou fazendo todas mandingas e rezas possíveis pra RBs não nos deixar,po Já Saiu a Lenovo e a Pé-friobrás e agora eles? pode não ,pode não...

Fábio Andrade disse...

Maulana: o Briatore blefa, assegura que a equipe tem como se manter...

Mas acho que é evidente que essa era a desculpa que a Renault esperava para pular fora. Só acho que exista um motivo que os impeça: Fernando Alonso;

Felipão: é arrepiante pensar em F-1 sem Williams, mesmo que ela não esteja nos seus dias mais gloriosos;

Marcão: é rapaz, se o RBS sair não imagino como Frank vai se manter...