sexta-feira, 15 de maio de 2009

Em Primeira Pessoa - Concordo Contigo, Garoto!

Bem, o texto tá todo lá no Tazio, não vou me dar ao trabalho de fazer o ctrl + c ctrl + v.

Não sou o maior fã do rapaz. Não contesto sua capacidade. Só não costumo concordar com o que ele fala e faz fora das pistas. Mas isso também é irrelevante, porque, para fins de discussão em um blog sobre F-1, a pessoa Lewis Hamilton precisa ser menor do que o piloto Lewis Hamilton.

Antes de julgar (se é que me cabe fazer isso. Mas todo mundo, intimamente, faz) se Lewis fala o que fala porque não está mais na ponta da tabela, acho que é a hora de dizer algo com o qual quase todos os que acompanham esporte a motor pensam: como é chata a politicagem que permeia a categoria que se diz máxima.

É chato para os pilotos, e imagino como deve ser frustrante para profissionais da área, que passaram alguns anos estudando para atingir o topo de sua área e são obrigados a reportar a mais nova reviravolta no caso dos velhinhos engravatados que resolveram ter uma briga de madames.

É chato também para palpiteiros de plantão, acredite. Há momentos em que o esporte passa a ser apenas um detalhe no mundo de cifras e interesses milionários da F-1. E tudo isso tira o tesão de criar, de inventar, de interagir, simplesmente porque não foi para falar de política que criei um blog. Já vivo questionando qual o papel de um amador num universo como a blogosfera, com profissionais altamente preparados trabalhando no blog ao lado. Questiono diariamente se o que faço aqui possui alguma serventia e se uma pseudo-análise esportiva da F-1 feita por mim é relevante para alguém. Imaginem então, o que eu posso dizer a respeito de algo que me incomoda muito, o jogo de interesses feroz dos bastidores, olhando para tudo de longe? Não será nada que valha a pena.

Por isso eu prefiro me calar. Querem acompanhar as ameaças de Ferrari e CIA contra Mosley e sua trupe? Os endereços dos sites especializados estão aí ao lado. Blogs de profissionais da área também não faltam e os tais sites os divulgam. Só abro a boca para concordar contigo, menino Hamilton.

É chato, é muito chato.

8 comentários:

Felipão disse...

eu já sou daqueles que se acostuma com a situação...

Ron Groo disse...

Ja deixou de ser chato, esta banal.
To com o Felipão, a gente acaba se acostumando.

Henry disse...

Fábio,
O Massa também falou semana passada: "mais esporte, menos política".

Já repeti várias vezes: mexeram tanto que o piloto se tornou um detalhe.

Onde está o Campeonato Mundial de Pilotos?

Como podem estar fora na 5a. rodada os que disputavam o título o ano passado (Lewis, Felipe, Kimi, Kubica e Alonso)?

Meu único interesse nesta história toda é ver se eles não detonam 2010 porque esse ano já acabou e o título é do Button.

Marcos Antônio Filho disse...

é complicado mesmo tb não comento mais sobre essa politicagem toda, cansou já.

Diego Maulana disse...

Guerra politica é foda. A F1 está se tornando um esporte chato, decidido mais fora do que dentro das pistas.

SAVIOMACHADO disse...

Fábio, não há quem não esteja indignado com a situação. Eu acredito que isso tudo vai ser passageiro e teremos em breve uma nova direção da Fia. Mosley tem que se aposentar e deixar alguém tomar conta no lugar dele.
Parabéns pelo novo visual. Ficou ótimo.
Grande abraço.
SAVIOMACHADO

Teca disse...

Nossa, gostei da postagem e desse detalhe de um comentário que deixara: "mexeram tanto que o piloto se tornou um detalhe".

Beijos.

Fábio Andrade disse...

Pelo tenho o conforto de não ser um inconformado solitário.